5 ago 2011
Composição e transmisão da Bíblia

A Bíblia, diz-se, é o menos lido de todos os Best-sellers. É o livro cujas traduções estão mais espalhadas pelo mundo, no maior número de línguas. A sua tiragem, sob o impulso das sociedades bíblicas, atingem uma média anual de 11 milhões de exemplares da versão integral, 12 milhões de novos testamentos, 400 milhões de brochuras contendo extratos do texto original. É verdade que estes números só podem ser obtidos graças aos modernos processos de impressão e de distribuição. No entanto, mesmo antes de a imprensa ter feito o seu aparecimento no ocidente no século XV, a difusão da Bíblia  [ Read More ]

Continue
29 jul 2011
Rio Jordão e Mar-morto

Geografia física O Jordão retoma o seu curso ligeiramente a oeste da extremidade sul do mar da Galiléia, onde, ao longo dos séculos, a sua zona de saída se deslocou um tanto para norte. Numa distancia de 105 quilômetros em linha reta, o seu leito acompanha o fundo da linha de fratura siro-africana, antes de se perder no Mar Morto. De fato, a extensão real desta seção do rio é de 322 quilômetros, se tiverem em conta os múltiplos meandros que ele desenha no seu vale, cuja largura é de 5 quilômetros a 22 quilômetros. Tendo em conta as variações  [ Read More ]

Continue
22 jul 2011

Os patriarcas: Abraão, Isaac e Jacó A história dos hebreus começa no Gênesis 12, 1-3, na altura em que Abraão recebe a ordem de deixar a sua terra natal para ir a terra que Deus lhe mostrar. O Gênesis 11, 31-32, precisa que a família de Abraão tinha deixado Ur, no Sul da Mesopotâmia (ou no Norte, segundo certos exegetas), a fim de instalar-se em Harran. Gênesis 12 descreve a longa viagem de Abraão e dos seus, de Harran ao Egito, com uma paragem em Siquém e em Betel, e depois o regresso a Betel (Gênesis 13, 3). A Cronologia  [ Read More ]

Continue
20 jul 2011
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Geografia física Os gráficos dividem a montanha da Judéia em três zonas distintas: as colunas de Hebron, que se estendem por 40 quilômetros, do Naal Bersabéia ao sul de Belém: a depressão de Jerusalém, que prolonga o relevo até uma dúzia de quilômetros a sul de Ramalá, e a montanha de Betel, que se desdobra até o uádi Sereda. O capitulo presente é essencialmente consagrado à descrição e à historia das colinas de Hebron e de Belém. Jerusalém e as colinas do norte constituirão o objeto de um estudo particular. As colinas de Hebron são rodeadas, a oeste, pelo vale  [ Read More ]

Continue
7 jul 2011

O alcorão explica a viagem noturna (Sura XVIII) em que Maomé foi conduzido pelo arcanjo Gabriel até a “mesquita mais distante”, de onde subiram ao paraíso. Durante esta viagem viram Abraão, Moisés e Jesus. A festa muçulmana de al-Isra Wal-Mi’raj comemora esse acontecimento. Pouco tempo depois de ele haver começado a pregar, Jerusalém foi conhecida como Cidade Santa e Maomé rezava voltado para a cidade. Só mais tarde mudou a direção para Meca. Omar, o segundo califa, conquistou a cidade em nome de islã em 638. A conclusão da Cúpula da Rocha, pouco mais de meio século depois, consolidou a  [ Read More ]

Continue