10 ago 2011
transjordania

Do norte ao sul, a Transjordânia divide-se em cinco partes. A mais setentrional dessas zonas, limitada a oeste pela cadeia do monte Hermon, é um vasto planalto que se estende do Jarmuk as imediações de Damasco, situada a nordeste. Imediatamente a norte do Jarmuk encontra-se uma região muito fértil, que o Antigo Testamento denomina a terra de Basan ou, mais simplesmente, Basan, ou seja, a “terra lisa”, portanto rica e sem pedras. Para além desta conotação geográfica, o termo “bashân” evoca boa alimentação, abundancia e força. Quando faz alusão aos inimigos que o assaltam de todos os lados, o salmista  [ Read More ]

Continue
8 ago 2011
O deserto da Judéia II

O deserto da Judéia está compreendido entre a franja ocidental da montanha da Judéia e a depressão constituída pelo mar Morto e pelo vale do Jordão. O presente capitulo refere-se apenas à parte desta região que se estende a sul de Belém. A este respeito, convém precisar que o “deserto” da Judéia, no seu conjunto oferece apenas uma semelhança muito longínqua com um deserto como o Sara e os seus vastos espaços de areia se estendem a perder de vista. Se for verdade que esta região inclui zonas semidesérticas, notadamente nas proximidades do mar Morto, nem por isso deixa de  [ Read More ]

Continue
4 ago 2011
As religiões rivais do Deus único II

A infidelidade do povo de Israel, que abandona o seu Deus para se voltar para outras divindades, constitui um dos temas centrais do Antigo Testamento. Em alguns casos, esta infidelidade é comparada à atitude de uma jovem esposa que traísse o seu esposo pata entregar-se à prostituição (Jeremias 3, 1-10). No entanto, não obstante as chamadas de atenção dos seus chefes espirituais, a arraia-miúda mantinha-se ligada às tradições herdadas das religiões estrangeiras, designadamente o culto da fertilidade, a inovação dos mortos e o recurso à magia e a bruxaria. Para aqueles que os praticavam, aqueles ritos representavam uma derradeira tentativa  [ Read More ]

Continue
2 ago 2011
Lida

Geografia física Em hebraico, a palavra Shephéla significa “terras baixas”. Encontra-se com freqüência no Antigo Testamento. Em Josué 15, 20-63, este termo designa uma região que não é nem o “extremo sul” (negeb em hebraico, versículo 21), nem a “montanha” (harem hebraico, versículo 48). O texto apresenta uma lista de cidades da “Terra Baixa”, às quais juntas cidades habitualmente localizadas na “planície costeira” (versículos 45-47). É difícil definir com precisão os confrontos da Sefela. A Norte é limitada pelo vale de Aialon, uma fenda geológica que vai dar à planície de Lod. Na orla oriental, é rodeada por uma serie  [ Read More ]

Continue
26 jul 2011
Galiléia

Geografia física O nome “Galiléia” vem do hebraico galil, que designa um “ circuito” ou um “descrito”. Em Josué 20, 7 e 21, 32, a cidade de Quedes é situada na Galiléia. Em 1 Reis 9, 11, Salomão cede o rei Hiram vinte localidades mencionada, ao mesmo tempo que cidades do Norte (Abel-Bet-Maacã, Janoa, Quedes e Hasor),  como constituindo “toda a terra de Neftali” , que foi conquistada por volta de 734 a.C., pelo assírio Tiglate-Pileser. É em Isaias 8, 23 que encontramos esta célebre expressão: “a Galiléia das nações” (há-galil há-goyim). Dividem-se as opiniões no que se refere à  [ Read More ]

Continue