1 ago 2011
geografia de israel nos tempos biblicos

O melhor meio para se representar o país da Bíblia é imaginar seis faixas justapostas orientadas de norte a sul. A primeira dessas faixas é constituída pela planície costeira. Esta começa 20 quilômetros a norte de Aco, onde a sua largura não ultrapassa 5 quilômetros, para atingir gradualmente 13 quilômetros por alturas da baía de Haifa. Aí é cortada pelo monte Carmelo, a sul do qual é retomada, com uma largura de 4 quilômetros, num comprimento de 30 quilômetros. A sul do Naal Tanimim, a planície costeira alarga-se de novo para atingir 20 quilômetros na intersecção do vale do Aialon,  [ Read More ]

Continue
19 jul 2011
ASCENO~1

Os artistas mais humildes, tal como os mais prestigiados, encontraram sempre na Bíblia uma fonte de inspiração fundamental. As razões de tal fato são evidentes. Independentemente do poder decisivo que a Igreja deteve durante século e domínio que ela pôde exercer sobre o pensamento humano, emana da própria narrativa bíblica um interesse e um poder de fascinação a que os artistas não puderam manter-se insensíveis. É esse o caso, notadamente daquelas cenas que permitem opor personagens tão diferentes umas das outras como Golias, o gigante armado dos pés à cabeça, e Davi, o jovem pastor, ou então filho pródigo, ingrato  [ Read More ]

Continue
18 jul 2011
Uma viagem Histórica pela Terra Santa

Bar Am, uma Sinagoga Galiléia. Em Bar Am, na Alta Galiléia, podem-se ver as majestosas ruínas de uma sinagoga que teria sido construída pelo rabi Simeão Bar Yoqai, o famoso rabino agora sepultado em Meron. A fachada esta bastante bem conservada, e até é possível ver restos de um segundo andar. O edifício se orientava para Jerusalém, e tinha um pórtico com oito colunas, seis em frente e uma de cada lado. As três entradas eram profusamente decoradas, e a arquitrave da entrada principal era rematada por uma arcada com friso. Originalmente era decorado com duas estátuas de Nikê –  [ Read More ]

Continue
14 jul 2011

A Igreja Cruzada do Santo Sepulcro foi reconstruída no mesmo lugar da igreja de Constantino do século IV. Em 938, os muçulmanos haviam destruído grande parte da igreja bizantina e levaram a entrada para construir uma mesquita. Em 1009, a igreja foi praticamente destruída por ordem do califa fatímida al-Hakim. Embora a Rotunda tivesse sido restaurada em 1048 graças ao imperador bizantino Constantino Monômaco, o restante da igreja continuou em ruinas. A igreja foi reconstruída em 1099, depois da conquista dos cruzados, e consagrada em 1149. Grande parte de sua estrutura é similar à das igrejas românicas francesas da época.  [ Read More ]

Continue
8 jul 2011

A Bíblia e os Mapas da Terra Santa. A cartografia da terra de Israel não era só o traçado de mapas de certa parte da Terra, mas também a harmonização da Terra com a Bíblia. Os relatos tanto do Antigo quanto do Novo testamento se situam na Terra Santa, em uma região que vai “de Dan a Beerseba” e que tem somente 80 quilômetros de largura por 240 de comprimento (juízes XX, 1, 1 Samuel II, 20, e 2 Samuel II, 10).  A Bíblia é, em si, uma espécie de mapa em palavras, e o melhor exemplo disso é Josué  [ Read More ]

Continue
1 jul 2011

Durante a invasão dos partos, o filho de Antípatro, Herodes, o Grande, fugiu para Roma. Ali foi nomeado rei da Judéia, e regressou para derrotar os invasores partos em 37 a.C. Herodes, conquistou Iduméia, Samaria e Galiléia com a ajuda do exercito romano. Depois avançou até Jerusalém e ao fim de um assédio de cinco meses tomou a cidade. A dinastia Asmonéia terminou com a execução de Antígono. Tecnicamente falando, Herodes podia ser considerado judeu; embora observasse de má vontade os costumes judeus e suas leis dietéticas, nunca foi aceito pela maioria judia da Judéia, a qual considerava acima de  [ Read More ]

Continue
30 jun 2011

A época bizantina foi um período de paz relativa, uma época marcada pela consolidação da população e das instituições cristãs na Terra Santa. O responsável por essa mudança foi o imperador Constantino. Ele e sua mãe, Helena, se dedicaram especialmente à construção de Igrejas para celebrar os lugares santos da cristandade. Em 326 Helena peregrinou à Terra Santa: em Jerusalém encontrou os restos da Santa Cruz e em Belém localizou a gruta onde havia nascido Jesus. A Igreja do Santo Sepulcro foi consagrada em 335. A Terra Santa se transformou em lugar de peregrinação para os cristãos, e estes ajudaram  [ Read More ]

Continue
28 jun 2011

Da areia de seus desertos e das profundezas das cavernas que olham para o mar Morto às cidades agora em ruínas, a história da Terra Santa se encontra nas pedras e nas paginas da Bíblia. As fortalezas nabatéias, as cidades israelitas, os anfiteatros romanos, as igrejas bizantinas, os castelos dos cruzados e as mesquitas muçulmanas nos mostram a história de uma terra sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos. Numa encruzilhada de continentes e nações e num lugar de grande beleza natural, Israel é hoje uma nação jovem que se está adaptando a uma nova era de paz. Este site leva  [ Read More ]

Continue
27 jun 2011

A Terra Santa tinha sido um país perigoso para o viajante estrangeiro; todavia, durante o reinado de Muhammad Ali do Egito (1832-1840) Jerusalém se tornou mais acolhedora para os estrangeiros e diversos países ocidentais abriram ali consulados. Muitos missionários – cristãos protestantes, católicos e ortodoxos – iniciaram seu trabalho na cidade, e Jerusalém se transformou num centro de peregrinação para centenas de crentes. Numerosos relatos de viagens chamam a atenção dos viajantes, tanto europeus quanto americanos, para a Terra Santa. As escavações do Palestine Exploration Fund marcam o inicio da arqueologia moderna na Terra Santa, e seus achados despertam muito  [ Read More ]

Continue
21 jun 2011

Em 332 a.C., o exercito de Alexandre, o Grande, conquistou a Terra Santa. Após a sua morte em 323 a.C. o Império foi dividido entre seus herdeiros – os diodocos – , e a Palestina se juntou ao território governado pelos ptolemaicos, parte de uma província da síria e da fenícia. À Judéia, a terra dos judeus, concedeu-se um estado de autonomia e o sumo sacerdote do Templo de Jerusalém transformou-se também no líder politico. Mas o destino da Palestina dependia do equilíbrio das guerras entre ptolemaicos e selêucidas. Em 198 a.C. Antíoco III conseguiu o controle da Judéia. Seu  [ Read More ]

Continue